Meio anormal  

Posted by Jean Leal


Desperto do sono
Não quero acordar

Sou assim meio anormal

Ando sem rumo

Sem pé nem cabeça

Só quero que tu não me esqueças
Se o sol não brilha mais

E o mundo perde a cor

Se paixão ou amor eu não sei

Se o mundo não te contou
Tenho que te falar

Só penso em te amar

Se me perco te encontro
Aonde está
Aquele amor que me faz cantar

Meio poeta, meio tarado

Nada bonito todo errado

Sou assim, esquisito

Horas falo ruim, horas falo bonito


Jean Leal

This entry was posted on 29 de ago de 2009 at 02:14 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

17 Bondosas pessoas que comentaram

kara vlw mess pelo elogio...
o qualquer coisa q vc quiser q eu poste no site so falar ok???
abrass²²²
www.thevirtualmaster.blogspot.com

29 de agosto de 2009 04:45

Onw, tu escreve tão bem *-*
E eu também prefiro o toddy rs
Passa no meu e comenta também?

www.bruqs.blogspot.com

29 de agosto de 2009 11:35

muito bom, vc escreve bem.
como sempre apresentando traços românticos, é dúvidas,


http://arthurmelo92.blogspot.com/

29 de agosto de 2009 11:44

Muito bom seus posts, vc escreve muito bem e deixa o blog arrumadinho^^ Toddy\o/

www.curteae.blogspot.com

29 de agosto de 2009 22:16

Que lindo poema.
Adoro homens que escrevem poemas, e textos.. e que escrevem!
Rs
bjs

30 de agosto de 2009 00:58

Um verdadeiro poeta...

30 de agosto de 2009 02:57

uou..
muito bom cara..
Parabéns.

www.nos4.wordpress.com
www.alto--falante.blogspot.com

30 de agosto de 2009 03:32

curti muito esse texto, escreves mto bem mano.me identifiquei com o texto !
abçs.

G

30 de agosto de 2009 12:54

Curti esse blog, mara a forma com que tu descreve tudo com poemas.

Estou vendo se consigo fazer algo semelhante, infelizmente minhas habilidades poéticas ainda não estão muito bem desenvolvidas.

Abraço.

30 de agosto de 2009 21:58

incrivelmente, você é mais normal do que pensa. acredito que todos somos um pouco assim.

eu sou assim...

dolipo.blogspot.com

31 de agosto de 2009 21:13

*---*

31 de agosto de 2009 21:16

Ahh ficou profundo, mas meio confuso
Msm assim eu gostei *-*
Caras sentimentais são legais :D
ó rimou
ASSYUSGYUSAYU
bejão
http://futil-porem-essencial.blogspot.com/

31 de agosto de 2009 21:16

"Sou assim, esquisito
Horas falo ruim, horas falo bonito" Adorei haha

31 de agosto de 2009 21:16

puts, que foda cara, curti muito seu texto, parabéns. Continue assim nas suas poesias.

http://camaleaoriddle.blogspot.com/

31 de agosto de 2009 21:18

Jean, obrigado pelo comentário. MPB tem lugar sempre, tanto que há um tópico dedicado a Lupicinio Rodrigues, cujo 35º aniversário de morte foi esquecido pelos meios de comunicação. Abraço

31 de agosto de 2009 22:03

Todos somos esquisitos quando ninguém nos vê (Graças a Deus); e "de perto ninguém é normal", como diria Caetano.

abç
Pobre Esponja

31 de agosto de 2009 22:03
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
31 de agosto de 2009 23:26

Postar um comentário