A bailarina  

Posted by Jean Leal in

És minha flor, minha menina
Meu bem, minha bailarina
Em teus risos e danças
Não sabes que me encantas
Me dás uma sensação incrível
Me envolves em teu amor impossível
Tens todo meu amor e esmero
Tornastes tudo o que mais quero
Me deixas desvairado, confuso
Fostes o grito no silêncio do meu mundo
Deixaste-me assim, esperto
Sou o anônimo, mas não secreto
Poeta da tua vida
Entre teus passés e ponches
Tu sabes, tu vês
Que começo a te amar
Quando danças no ritmo de minha valsa triste
Não sabes que existe
Um poeta que é de todo teu.

Jean Leal

This entry was posted on 21 de ago de 2009 at 13:09 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

26 Bondosas pessoas que comentaram

Anônimo  

nossa, meu bem... que lindoo!!! amei esse poema. De vez em quando me surpreendes... e eu adoro as surpresas que me fazes... vc é um verdadeiro artista!! já sabe até o nome de uns passos.. - passé, ponché... kkk!
muito obrigada... te amo!!
- BÁRBARA -

21 de agosto de 2009 18:41

Que declaração heim!!!

A bailarina em questão pelo visto vai até rodopiar mais apaixonada agora. srsrs

Sucesso para vocês.

21 de agosto de 2009 19:58

fico legal mesmo cara
não faz mto meu estilo mas da pra ler =D

21 de agosto de 2009 19:59

muito legal o seu blog Jean !

obrigada por ter passado lá no meu :)

21 de agosto de 2009 19:59

Nossa o_o de novo, eu fiquei em estado de shoque, muito lindo, muuuuuuuito lindo.

21 de agosto de 2009 20:11

nss...
Que poema heim...

21 de agosto de 2009 20:13

Rapaz, se fosse eu essa bailarina aí, hein... Não perderia tempo. kkkk

Muito bom.

21 de agosto de 2009 20:20

e que poeta!
lindo demais...
bj

21 de agosto de 2009 20:49

Você consegue me surpreender em cada poema... gostei muito desse poema! Quando danças no ritmo de minha valsa triste (linda essa frase)

21 de agosto de 2009 20:55

Muito bom amigo!
Grandes partes ficam quando escrevemos,não?
Parabéns, continue semeando sensibilidade na net!

abç
Pobre Esponja

21 de agosto de 2009 20:59

Lindo...bela declaração uhu ;)
Permaneça com essas palavras..

21 de agosto de 2009 21:20

noossa muiiito bom (:

21 de agosto de 2009 23:11

Meus parabéns cara, ficou muito bom mesmo.

22 de agosto de 2009 00:47

Adoro poemas, mas não tenho a mínima vocação para escrever.
Você está de parabens, lindo poema
Sucessos

22 de agosto de 2009 09:44

ounnnn *-*

mas que belo poema!! E além de ser belo demosntra q vc sabe o que está escrevendo..nesse caso o balé.

muito bacana!!!!

brigadinha pela visita no meu blog

bjoka

22 de agosto de 2009 10:49

muito bonito hein!!
não imaginei que veria algo assim tao bonito hoje.
parabens!

http://leetelemensagens.blogspot.com

22 de agosto de 2009 14:46

lindas palavras...
http://www.maquinazero.com.br/

22 de agosto de 2009 14:47

ameeeeeeei
que lindoo! *-*

22 de agosto de 2009 16:24

adorei o blog *-* muuito meigo *--*

22 de agosto de 2009 19:15

Eu sou uma pessoa bondosa (A)

22 de agosto de 2009 19:19

Legal

22 de agosto de 2009 19:23

massa meu. muito tocante.
bárbaro

22 de agosto de 2009 20:06

danças são como palavras, às vezes...

Belo texto rapaz!

22 de agosto de 2009 20:46

Nossa!!

Que linda declaração de amOr hein....

Está de parabens, é como eu digo: O amOR nos da asas, nos faz voar, alcançar sltos patamares sem tiras os pés do chãO....

Nesse caso, o Amor, te fez deslizar com pés de bailarina...

[ou foi com a balarina inteira?]

rsrsrs

Parabens com o blog ta lindo.....

Se quiser conhecer o meu, e se quiser ser uma pessoa bondosa, deixe um comentario..rs

http://euvoustar.blogspot.com

23 de agosto de 2009 01:15
ANGELICA LIRA  

Maninho, sempre seras o meu poetinha vagabundo, aconteça o que acontecer. Esse é um passo importante que seu coração decidiu tomar, e não tens noção da alegria que me traz em saber, pois para mim foi a decisão correta!!! beijos mano

ANGELICA

23 de agosto de 2009 08:32

esse poema eh show , belo trabalho viw^^

23 de agosto de 2009 11:51

Postar um comentário