Silêncio  

Posted by Jean Leal


A tua voz diz ao meu profundo
O que ninguém no mundo
Conseguiu me dizer;
O teu olhar explica
em um segundo,
O que ninguém com todo o tempo
Consegiu me revelar;

Mas a tua voz ressoa longe,
Nas paredes de minha lembrança,
Tal como um homem feito
Que relembra seus tempos de criança;

A tua voz revela nosso intento
Tudo o que tu sonhas,
Tudo o que eu penso;
Mas o que faço agora,
Se a tua doce voz
Tornou-se somente um silêncio?

Jean Leal

This entry was posted on 26 de dez de 2009 at 23:59 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

9 Bondosas pessoas que comentaram

Cara, eu tenho inveja dos seus escritos, uma inveja saudável certamente.
São sempre tão fodas e as rimas conectadas umas as outras, parabéns, mas uma vez.

27 de dezembro de 2009 06:06

"Ás vezes um silencio dia mais que mil palavras" . Jah ouviu essa frase ?

Ásvezes o silêncio dói.. mas talvez seja melhor permanecer calado á dizer palavras erradas.. =/

beijos.. Feliz 2010

27 de dezembro de 2009 21:52

Muito bom cara, o tipo de literatura q gosto de ler e criar. Voltarei.

30 de dezembro de 2009 00:51

Não existe nada pior que o Silêncio!

30 de dezembro de 2009 00:55

Muito bacana!
Gostei!

30 de dezembro de 2009 22:08

Bacana, bem bonitinho!

30 de dezembro de 2009 22:20

O legal dos seus poemas é que eles mudam de "tom",não tem mesmísse...pow,além de ser muito bonito,parabéns.De verdade ;D

Forte Abraço.

31 de dezembro de 2009 11:05

Fera demais hein?

2 de janeiro de 2010 02:04

po cara, Boa sorte com ela =s

2 de janeiro de 2010 22:23

Postar um comentário