Me beija, me ama  

Posted by Jean Leal


Me beija, me ama
Arranca esse verso teu
Me joga nessa cama
Reconstrói minha mente,
Sou teu poeta sacana;

Me beija, me ama
Não me diga que teu olhar me engana,
Por você eu corro até Gana
Vê o quanto maior é essa chama
Me ensina a ser feliz;

Me beija, me ama
Saiba da consequência do teu olhar
Que me assanha os desejos
Que me faz ansiar por teus beijos
tão loucos e verdadeiros;

Me beija, me ama
Despeja em mim tua sanha
Não entendo como consegues tal façanha,
De tornar-me inconsequente
Uma verdadeira fera insana;

Me beija, me ama
Me abriga em teu abraços
Me aconchega em teus braços
Me deixa descansar
Entre teus versos, no meio do nosso luar;

Jean Leal

This entry was posted on 5 de jan de 2010 at 20:29 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

6 Bondosas pessoas que comentaram

Poema de alguém transbordando de paixão. Besos, juu

5 de janeiro de 2010 20:59

Xonado!!!
que tua poesia reflita a chama dessa paixão.
que arda no peito.
fundo ao coração.
lindo Sr. poeta!

6 de janeiro de 2010 21:21

uiii, kkk', poema lindo *-*, que tanta paixão, *-*
gostei do blog, vou voltar sempre *-*
http://eapimentinha.blogspot.com/

6 de janeiro de 2010 23:45
Anônimo  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
7 de janeiro de 2010 15:51
Anônimo  

As minhas frases que ninguém pode escutar
O teu coração descobre
E tudo se decifra em teu olhar

Como estou sem papel e caneta aqui na casa da Maíra, eu escrevi aqui.
=*
Jean Leal

7 de janeiro de 2010 15:51

jammmmmm, meu amigo da onde saiu todo esse fogo? nossa está muito bo, muito mesmo, algo bem fulgas!!!

15 de janeiro de 2010 19:53

Postar um comentário