Dança  

Posted by Jean Leal

Sou amor
Sou saudade
Vago para longe
do meu destino
Posto que sou idéia
Sou querer
Sou desatino

De onde vem o mundo
Para que eu possa saber
Qual é o céu do homem
depois que ele quiser morrer

Falsos  profetas, falsas promessas
De onde vem a voz que acalma o mar
Para que eu possa saber
Para que existe o mar
se nele eu posso morrer

Todos nessa dança
pecam por não saber
Pois todas as alianças
são quebradas no outro amanhecer

Jean Leal


Foto: Banquete dionisíaco.

This entry was posted on 21 de abr de 2010 at 23:50 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

8 Bondosas pessoas que comentaram

Nossa,
criativo você
Faz refletir com palavras simples, as vezes aleatorias mas que no fim se ligam!

parabens

p.s: obrigada pela visita
beijos

22 de abril de 2010 00:14

Existencialista. =)
Muito legais as indagações e questionamentos sobre vida, morte e mundo. A divagação e inspiração. =D
Parabéns. De verdade.

http://byankarruda.blogspot.com/

22 de abril de 2010 11:35

lindo, lindo, lindo, siga em frente com a sua poesia p/ o nosso deleite ;)

23 de abril de 2010 01:47

Faz pouco tempo que estou no mundo dos blogs e já andei pesquisando bastante coisa por aí...notei que grande parte dos blogs aborda o mundo dos versos...mas a maioria me pareceu não muito interessante...no entato, gostei do seu, existe um feeling bacana! Parabéns pela habilidade com as palavras!

bjinhos :D

23 de abril de 2010 01:49

Eu amo dança ! Acho que expressa sentimentos e emoções.
Texto bem escrito e cheio de sentimentos.Parabens ...

GOstei muito do blog , vou seguir!

25 de abril de 2010 02:18

Jean, também gostei das coisas que li em seu blog. Tens o jeito com as palavras. Quero ler mais coisas suas aos poucos. Obrigada pela visita em meu blog. Tem coisa nova por lá.

Abraço,
Larissa

28 de abril de 2010 20:39

Me encantei com seus poemas! Muito lindos!

29 de abril de 2010 00:50
Anônimo  

lindo o seu poema bjs :*

29 de abril de 2010 00:50

Postar um comentário