Nos muros da cidade  

Posted by Jean Leal

Está escrito nos muros da cidade
os versos de um sociedade
que enlouqueceu;
A cada grito de necessidade
nasce um silêncio,
nasce um breu;
Nem o céu, nem os homens
ajudam quem quer cessar sua fome;
As imagens continuam paradas
Permanecem caladas
para quem tanto pediu;
Nada no mundo desfaz
seu próprio abandono
A poesia ficou suja
e todos os versos
são somente sonhos

Jean Leal



Foto: Pichações de Leminski em São Paulo: "Poesia Pichada" e "Matéria é mentira" .Tirada do blog "O Guia verde".

This entry was posted on 8 de abr de 2010 at 15:15 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

10 Bondosas pessoas que comentaram

"As imagens continuam paradas
Permanecem caladas
para quem tanto pediu;"

há esperança...

http://karloalmeida.blogspot.com
passa lá, té mais

8 de abril de 2010 19:06

E mais uma vez venho lhe dizer o quanto seu blog é interessante, o quanto suas palavras e seus poemas são bons!
Agradeço a você a ter me indicado ao blog (: obg mesmo :]
Parabéns!

http://hell-boyy.blogspot.com/
dei uma att, passa la depois?

9 de abril de 2010 02:23

muito bom, Jean.. muito mesmo!
para que os comentários não sejam muito repetitivos, faço minhas as palavras do Rejan...
;)

9 de abril de 2010 10:20

Muito bom o poema;
+ de qualqr forma pixaçao é pixação;

9 de abril de 2010 16:50

Poema duro pela verdade que encerra, mas tão lindo qtos os demais poemas que li seus.
Bjkas e um bom final de semana.

9 de abril de 2010 17:25
Este comentário foi removido pelo autor.
12 de abril de 2010 17:16

Lindo!

13 de abril de 2010 20:52

Amei o poema! *-*

Bjs!

13 de abril de 2010 22:00

Tão linda a sua sensibilidade!
Isso realmente é DOM!

13 de abril de 2010 23:13

Poesias bem inspiradas e o blog bonito.
Parabéns.

30 de abril de 2010 03:56

Postar um comentário