Particularidades  

Posted by Jean Leal

Deslizo minha mão por teu corpo
Como se guiasse o vento
Tudo em mim me supõe
Um simples olhar revela meu intento

O nosso prazer insensato
nos leva ao lugar exato,
à um querer incontrolável
Pele, pelo, beijo, tudo e nada mais

Entro em ti sem pedir licença
Vario de frequencia em frequencia
O grito no silencio somos nós

Na segurança de um quarto fechado
Nosso corpo fica entrelaçado
Dessarumando nossos lençois
Tudo acontece quando estamos a sós

E meu corpo vira água
e te deixo mergulhar em mim
E ficamos assim
Misturados entre prazer e coração
Unidos um ao outro
Desejo, beijo,olhar, carícia, paixão

Jean Leal

This entry was posted on 20 de mai de 2010 at 00:19 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

4 Bondosas pessoas que comentaram

lindo, sabe o quanto eu gosto desse espaço e da forma como escreve, a cada dia me surpreendo com seus textos.
parabéns!
poeta!

20 de maio de 2010 11:30

tão bom ter um corpo para mergulhar e ser água para o outro mergulhar, né?

beijos, querido e bom fim de semana

MM.

21 de maio de 2010 14:21

Bom ter um corpo para ser teu. Ser um só.
Lindo

27 de maio de 2010 14:59

É assim que me sinto quandoe stou ao lado dele..^^

4 de junho de 2010 21:09

Postar um comentário