Cantiga para não morrer  

Posted by Jean Leal

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve.

Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.

Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.

E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.

Ferreira Gullar



-Simplesmente um ídolo.

This entry was posted on 8 de nov de 2010 at 23:34 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

4 Bondosas pessoas que comentaram

Adoro Ferreira Gullar. É um dos poucos poetas contemporâneos que ainda conservam sua identidade.

Grandioso...

AAAh, leia também o poema Metade. É divino. Interpretei-o em uma peça que atuei fazendo um dueto com o poema José do Drummond.
Fikdik!

9 de novembro de 2010 00:14

adorei muito o texto *--*'

9 de novembro de 2010 00:16

Retifico: adoro Gullar!

9 de novembro de 2010 23:56

Não conhecia essa poesia dele, mas apaixonei-me.

Adorei o seu blog. Estou seguindo...

15 de novembro de 2010 19:39

Postar um comentário