Dança II  

Posted by Jean Leal

-Dança

Tenho anseio por um Deus
que nem a Ele mesmo pode se explicar
Tenho medo de cada servo seu
pois não sei o que eles vão tramar

Desvaneci pelo caminho
e todos os salvos me deixaram sozinho
Assim levantei e fiz meu destino
e pra mim quem era o Rei virou menino

Agora eu tiro as máscaras
revelo os mundos
Falo a verdade por todos aqueles
que o medo tornou mudo

Não sei de qual lado estou
Ainda sou o mesmo
a sua mentira não me mudou

Jean Leal

This entry was posted on 21 de nov de 2010 at 19:36 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

6 Bondosas pessoas que comentaram

Não tenho motivos para mentir:
Os dois primeiros versos me fizeram total sentido, o resto não. Não pense que sou burra, pois não sou. Só não captei a mensagem que se escondeu por trás de suas suntuosas palavras.

Abraços e até mais.

24 de novembro de 2010 01:17

Confesso que ás vezes me sinto num mundo utópico, não sei porque.
Abraço

25 de novembro de 2010 04:04

Esse medo das descobertas entre verdades e mentiras e realidade ou ilusão é que por muitas vezes levam a perda da fé. Resultado? A frustação.

Até!

26 de novembro de 2010 23:49

Embora Deus nos tenha feito à sua imagem e semelhança, o que somos definitivamente não reflete a grandeza do que Ele é.
Somos falhos e fadados ao erro. Mas a esperança da transformação, às vezes até através do sofrimento, persiste em brotar.

27 de novembro de 2010 00:29

Jean,

tudo é gratuito: esta é a única vida e contém inimaginável beleza e dor.

Beijo grande,

Arthur

29 de novembro de 2010 14:31

Oi Jean, que saudades do seu blog e de você também! Sempre tão gentil comigo e com meu blog,rs
Esse seu texto tão profundo, um desabafo?
Um beijo para ti.

29 de novembro de 2010 21:06

Postar um comentário